Thursday, October 26, 2006

Vida Diet

Agente se acostuma com tudo
a tudo agente se habitua
e até num ter um lugar
dormir na rua
a tudo agente se habitua

me habituei ao pão light
a vida sem gás
o meu café? tomo sem açucar
e até ficar sem comer
...
sem te ver
agente custa mas se habitua
sem giz
sem agua
sem paz
SEM NADA!

não vai ser diferente
se eu me for derrepente
se o céu cair sobre o mundo e o mar se abrir em um inferno profundo

se acostumou sem kerer ao salto alto
salario baixo
a vida dura
e até fikar sem tv
é bom pra vc
TELEVISÃO NINGUEM MAIS ATURA!
sem giz
sem agua
sem paz
SEM NADA
não vai ser diferente
se eu me for derrepente
se o céu cair sobre o mundo e o mar se abrir em um inferno profundo


Pato Fu > nem vou comentar nada.

Teu Deus!

Quando vc acreditar em mim...
vou me jogar aos teus pés
vou rezar um destes terços inteiros, bolinha por bolinha
ferindo meus dedos
vou pedir perdão pelo que não fiz
vou prometer o que não devo
vou declarar imposto de renda
cozinhar, lavar, passar, chupar e te engolir
tirar o pó deste espelho onde caímos de cabeça
quando vc acreditar em mim...ah...vai ser uma loucura!
vou cortar os pulsos, sair correndo, pular do prédio
na alegria e na tristeza, na dor de cotovelo e na doença venérea
VC VAI ACREDITAR EM MIM COMO NUNCA ACREDITOU ANTES!
então serei TEU Deus, vou abrir as portas do meu reino dos céus
e pedir umas provas de amor
...
Só pra te encher o saco.

Sunday, September 24, 2006

Estanca

chora sem lagrimas, só com teus olhos marejados
ri de mim com os mesmos
faz tuas merdas chorando
que sorrindo eu as arrumo
reclama
e só reclama
aceita a nova identidade que te dou
e não julgue as arestas que ficaraum por findar

olha pra mim com aquele olhar
aquele olhar que só tu sabes olhar
diz sorrindo e em tom de deboxe
verdades não aceitas
me deixa esparramar meus dedos no teu cabelo
e quando mentires, continue a olhar pro lado
balança tua perna freneticamente
assustando-me com teus silencios
diz que me ama, mas não bem assim
engana-me sem esforço
da-me esta corda infindável para eu me enforcar
tira todo meu ar
me abraça forte, pra não largar
aperta teu peito no meu
empregna, eternamente, teu cheiro no meu

minha flor bela, espanca e não estanca
mantém estes rios que jorraum falsas verdades e mentiras sinceras
de teus olhos
continua, não estanca, minha flor bela, espanca!

Wednesday, July 05, 2006

E se eu escrever sem pensar?

Sabe aquela estranha sensação de ''algo grande vai acontecer''?
Eu ando nessas...
Deve ser culpa dos testes atomicos. Vai saber....
Eu vou voltar a estudar, isso da medo.
Eu to desanimado com tudo, até com os estudo, isso é normal.
Eu sei que tem uma luz lá no fim do tunel, mas suspeito que seja enfeite de natal abandonado.
Meu caxorro ta apático.
Meu gato mia o dia todo.
Eu só me atiro de um lado para o outro, e nem é roda punk.
A mesma musica toda a dias no meu player.
Uma volta e ela. Outra volta e ela novamente.
Eu quero um café com conhaque e leite codençado, quem sabe canela.
Eu quero colo.
E quero também encontrar uma mala repleta de Euros.
Mamãe agora fala por um buraquinho no pescoço.
Meu sonho de consumo.
Além da casa na Sibéria.
Eu tenho caixas de Dvd's atiradas pelo xaum do quarto.
E pó também
A bagunça do meu quarto denuncia meu estado de espírito.
Minha camera está quase sem bateria, eu também.
Isso me assusta.
(...)
Voltei da cozinha com café.
Isso me anima.
Um cigarro para arrematar.
Yann Tiersen no player, ja falei dele?
Ah, eskece....
Quase meio dia e só o que penso é em dormir.
Maldita seja a insônia.
Café é bom.
Minha linha de raciocinio não linear anda afetando meu dia a dia.
Falo sobre futebol pensando nas crianças famintas da Africa.
Desgraça, o brasil foi eliminado.
E as criancinhas famintas?!?!?! Ah....que se fodam.
(...)
Meu cabelo ta molhado ainda, faz mais de 3 horas que tomei banho.
E isso me causa frio nas costas.
Mas pode ser bom, se tiver sorte posso pegar uma pneomonia!
Malvados me fazem pensar sobre o relacionamento perfeito.
(mesmo axando q o ideal agora era uma pneomonia)
Sabe, aquela coisa romantica e meiga, bucolica, sentimental, melosa.....
Mostra tudo que eu quero evitar, em partes.
Na verdade eu nem sei se quero um relacionamento....
Eu quero?
Ahn....creio que só preciso de atenção, carinho, afagos no cabelo, olhares bobos e sorrisos timidos.
E mais! preciso de um belo porre e uma 'noite para me arrepender' para eskecer tudo isso.
Humpf...relacionamentos!
(...)
O que me aflige mesmo é saber que Bia falcão pode terminar impune!
(...)
Andei pensando em fazer um top list das maravilhas do mundo.
Mas sópensei em fazer....
Sei que o tédio e a escrita 'não pensada' estão na lista
Sei que as noites de luar também
*e hj a noite não tem luar...só o clichê, pra completar*
(...)
Respirar faz bem, mas nesse 'semi frio com pouca humidade relativa' me causa dores no nariz, maldição.
(...)
E o maninho acabou de conectar. Incrível, estava a pensar nele.
(...)
Eu aprendi a assoviar no ritimo de musikas meigas, papai diz que vovô fazia igual
Papai sempre diz q pareço com vovô.
Não conheci vovô.....
Mas ele deve ter sido alguem legal, criou filhos sozinho, era um homem alto e chamoso, pelas fotos.
E ahn..eu ja disse q ele era alto?
O velho tinha 2,10m!!!
(...)
Só pra ver se rende: Alguem tem Valium??
(...)
Eu acho que já escrevi muito, sem sair do lugar.
Até pq meu pc não crioupernas ainda.
Axo que vou na cozinha xibatar minha amada mae e mandar ela fazer comida.
Escrevo mais depois, se houver algo para escrever. Nunca se sabe, alimentação é uma coisa selvagem hj em dia!

Saturday, July 01, 2006

Criança problema.

você pode dizer pelas cicatrizes nos meus braços
e as rachaduras nos meus quadris
e os amassados no meu carro,
e as bolhas nos meus lábios
que eu nao sou o garoto mais cuidadoso do mundo

você pode dizer pelo vidro no chão
e as linhas que se quebram
e elas continuam quebrando mais
e parece que estou tremendo
mas é só a temperatura
ROLETA RUSSA!
se tivesse mais frio eu poderia me desligar
se eu fosse mais velho poderia agir de acordo com a minha idade
mas eu nao acho que vc acreditaria em mim
nao
é
o
jeito que
eu deveria
ser
é só o jeito que a situação me fez

e você pode dizer
pelo estado do meu quarto
que eles me deixaram pra trás muito cedo
e os remédios que eu tomei
vieram alguns anos tarde demais
e eu tenho algumas questões pra lidar
E LÁ VOU EU NOVAMENTE!
fingindo que sou você
fazendo de conta
que eu tenho uma alma por trás dessa superfície
tentando te convencer
de que isso foi acidentalmente de propósito

eu não sou tão sério
essa paixão é só um plágio
mas eu posso entrar pro seu século
mas só em uma rara ocasião
eu fui retirado antes da dor do parto passar
e agora...
CONTEMPLE O PIOR ACIDENTE VIVO DO MUNDO
eu sou eu sou o garoto desencaminhado!!

e você pode dizer pelo vermelho nos meus olhos
e as contusões nas minhas coxas
e os nós nos meus cabelos
e a banheira cheia de moscas
que eu agora eu não estou totalmente certo
E LÁ VAMOS NÓS!
fingindo que vou cair
não chame os médicos
porque eles já viram tudo isso antes
eles vão dizer:
"apenas
deixe
ele
se espatifar e se quebrar
ele vai aprender,
a atenção só o encoraja.."

e você pode dizer pelo gesso no meu corpo inteiro
que eu sinto muito por ter perguntado
depois de você fazer tudo o que podia
(como qualquer pessoa decente faria)
mas eu posso ser contagioso...ENTÃO NÃO ME TOQUE!
você vai começar a acreditar que é imune à gravidade e essas coisas
nao me molhe
porque senão os curativos vão cair

e voce pode dizer
pela fumaça no ar
que o estado atual está crítico
bem, são essas pequenas coisas, por exemplo:
no tempo que leva para quebrar ele pode inventar dez desculpas
"por favor, desculpe-me por aquele dia, é só o efeito que os
medicamentos fazem em mim, juro''

eu nao necessariamente acredito que exista cura pra isso
então eu posso entrar pra o seu século, mas só como um hóspede

eu estava muito precário , removido como uma cesária
contemple o pior acidente do mundo,
EU SOU O GAROTO DESENCAMINHADO!

Friday, June 23, 2006

.

Foi quando meu pai me disse ''Filha, vc é a ovelha negra da familia!''
E foi quando eu virei pra ele e disse ''Pai, eu sou menino.''
Tanto faz, tanto fez.
Mamãe e papai me querem morto, pq inerte desse jeito, melhor morto q num dou tantas dispezas, mas tudo bem eu também quero eles mortos.
OH BENDITO SEGURO DE VIDA QUE SEGURARIA MUITO BEM A MINHA!

E cá estou eu, abro a janela, o sol queima minha retina, lacrimejo.
Logo após vejo um lindo Urubu pintado de verde, é a esperança.
GOOD MORNIGNG STARSHINE.
Saco minha arma de pressão e faço o que o tempo por sí só faria.
Morte a esperança.

Saio do quarto e vou fazer meu papél matinal da propaganda de margarina.
-Bom dia mamae, bom dia papai. Vocês não acham que hoje é um explendido dia para finjir um orgasmo?
Ninguém nunca me responde, so ignorado! OH LAMENTO!

Ok. Escovo os dentes até ver sangye, branco me é mto sem graça.
Saio de casa a tempo de levar uma adoravel cagada de pomba no casaco, mas tudo bem, amo os animais. *nota mental, comprar mais chumbinhos*

Onibus lotado, a oitava maravilha da humanidade, até porque a sétima todos sabem que é cerveja quente. Aquele povo todo se amando, se querendo, se encoxando no gostoso vai e vem das vias mal asfaltadas.
Eu ja contei que fico enjoado em onibus?
Pois fico.
Creio que a senhora de blusa florida e calça listrada *estilo, alguém?!* detestou ficar sabendo disso.
Pensei em fotografar os restos da cena matutina de margarina, na bienal seria arte. Flores estampadas, pão com margarina Qually e...ahn...MEU DEOS, vomitei a BILIS!
Desço do onibus e no caminho descubro que arrastei junto uma criança que me olhava com um tom perdido.
-Tio, minha mae ficou no onibus.
-Tio é o caraleo, toma teu rumo pivete.

Chego ao Trabalho, oh alegria, remuneração por MSN e Orkut.
Manha toda vendo pornografia e jogando jogo da velha.
Hora do almoço, a nona maravilha da humanidade.
Aquela suculenta torrada do bar da esquina, transbordando um ataque cardiaco, rexeada de coliformes fecais!
Um café Haiti pra arrematar.

Volto pra casa.
-Oi pessoas, como foram os orgasmos?
O silencio usual.
Vou dormir, amanha tenho mais um urubu verde para matar.

Wednesday, February 22, 2006

Acreditava na Vida

Acreditava na vida
por mais dificil que seja hj em dia
na alegria de ser
se é que tal coisa existe
nas coisas do coração
elas sim, as unicas puras
nas maos, um muito fazer
criar, amar, SER
sentava bem lá no alto
no topo da caixa d'agua
pivete olhando a cidade
e quase via o mar em seus sonhos de criança
sentindo cheiro do asfalto
sentindo que o mundo ia além daquela caixa d'agua
desceu por necessidade
de crescer
oh Dina, teu menino desceu o saum carlos
Mae, eu saí..não sei qdo volto..nem se volto
pegou um sonho e partiu
lembrei do que me ensinaraum, lembrei de lutar pelo que eu quero
pensava que era um guerreiro
com o maior poder de todos, a força de vontade
com terras e gentes a conquistar
coraçoes pra iluminar, versos a cantar, mundo pra desbravar
havia um fogo em seus olhos
CHAMADO SONHO
um fogo de não se apagar
nem a morte é capaz
dis lá pra Dina que eu volto, que seu guri num fujiu
só queria crescer, ver o mundo fora da asa
só kiz saber como é, qualé
....como é viver...
perna no mundo sumiu
mas sempre tem o coração com quem ama


E hj, depois de tantas batalhas
poucas ganhas, tantas perdidas....
a lama dos sapatos, é a medalha que ele tem pra mostrar
pois o que se cresce por dentro e o que se aprende, não se vê
passado, é um pé no xaum e um sabia
e lembrança...
presente a porta aberta
que me leva de volta pra meus mundos onde tenho q conkistar meu espaço
e futuro é o que vira
é nada além de conjecturas....sonho..que alimenta o fogo
o muleke acabou de xegar
voltou pra dizer que ainda vive
é nessa cama que eu kero sonhar
e nó teu colo que eu kero chorar
amanha boto a perna no mundo
amanha eu to de volta na batalha pelo que eu quero

é que o mundo é que é meu lugar
afinal de contas, esse mundo foi o maior presente que me foi dado


GONZAGUINHA - PERNA NO MUNDO
PIRAÇÃO: GUILHERME BEIRÓ

Thursday, October 13, 2005



>e a vontade é de perder a compostura e gritar pra todos ouvirem....EU TO FARTO DESSE MUNDO!!!!!!!!!
> to farto dessa vida
> to farto dessa inercia

>to farto!!!!!!!

>Garçom, a conta por favor.